Tendências da dinâmica do comércio mundial pós-covid-19

Palavras-chave: Cadeias globais de valor, Covid-19, Políticas industriais

Resumo

Um dos principais aspectos que marcou o comércio internacional foi a fragmentação da produção, a qual fez com que fosse extinta a  necessidade de adquirir competência em todos os aspectos  da produção de um bem e permitiu que muitos países pudessem se associar  a uma rede de cooperação transfronteiriça, partilhando a produção e  especializando-se em apenas uma ou algumas etapas das atividades de produção envolvidos na confecção de um bem final. Entretanto, algumas características dessa lógica, como as assimetrias entre as nações e o forte comércio intra-regional, provocou questionamentos sobre alguns princípios que estão por trás do conceito de cadeias globais de valor, como a não necessidade de política industrial e a defesa do livre comércio. Com a atual crise mundial resultante da Covid-19, algumas tendências no comércio internacional apontam para uma nova dinâmica, onde as políticas industriais na defesa das cadeias produtivas internas ganham cada vez mais relevância. Nesse sentido A hipótese é a de que além das novas tecnologicas enfraquecerem o comércio via cadeias globais de valor, vários países tem anunciando medidas de políticas industriais e tecnológicas para fortalecer suas estruturas produtivas internas nacionais, intensificando assim a construção de uma nova tendência da economia internacional.

Biografia do Autor

Uallace Moreira Lima, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Doutor em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE-Unicamp). Atualmente é professor adjunto, em regime de dedicação exclusiva, da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal da Bahia (FCE-UFBA). É pesquisador visitante do Instituto de Pesquisa em Econômica Aplicada (Ipea). Foi consultor do Inter-American Development Bank (IDB), pesquisador visitante do Korea Institute for International Economic Policy (Kiep) e pesquisador convidado do Russian Institute for Strategic Studies (Riss). Tem experiência nas áreas de economia internacional, organização industrial e economia brasileira, com ênfase em estudos sobre o setor externo e o desenvolvimento industrial do Brasil e da Coreia do Sul.

Publicado
2021-01-15
Como Citar
Moreira Lima, U. (2021). Tendências da dinâmica do comércio mundial pós-covid-19. Princípios, 1(160), 60 - 87. https://doi.org/10.4322/principios.2675-6609.2020.160.003