O “novo normal” no campo da educação

da aparência à essência

  • Ana Carolina Reis Universidade Federal de São Carlos - Ufscar
  • Eduardo Pinto e Silva Universidade Federal de São Carlos - Ufscar
  • Catharina Marinho Meirelles Universidade Federal Fluminense - UFF
Palavras-chave: Novo normal, Pseudoconcreto, Essência, Educação, Materialismo Histórico

Resumo

O objetivo geral do presente artigo é desvelar a terminologia do “novo normal”, introduzindo-a numa dimensão histórico-crítica para que, dessa maneira, ela seja capturada em sua forma real. Para tanto, buscou-se introduzir a terminologia como ela tem sido enunciada na atualidade e discutir sobre o papel da ciência e do método com a finalidade de apreender o que o termo apresenta em essência. Representou-se o novo normal a partir dos supostos elementos que o compõem com a finalidade de, posteriormente, discorrer uma análise crítica sobre o termo, afunilando-a para o campo da educação. Adotou-se o materialismo-histórico como metodologia central. Tendo em vista a ampla adoção do termo por parte da população, torna-se necessária uma análise aprofundada de sua forma e reais significados, assim como dos desdobramentos de sua assunção no cotidiano das relações de trabalho e no campo da educação.

Biografia do Autor

Ana Carolina Reis, Universidade Federal de São Carlos - Ufscar

Psicóloga formada pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Mestranda (bolsista Capes) no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), linha de pesquisa “Estado, política e formação humana”. Integrante da Rede Universitas/Br-CNPq. Membro do Núcleo de Estudos Trabalho, Saúde e Subjetividade (NETSS-Unicamp

Eduardo Pinto e Silva, Universidade Federal de São Carlos - Ufscar

Professor Associado III do Departamento de Educação da Universidade Federal de São Carlos e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE). Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1990). Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2000), l. Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Pós-Doutorado (2013) pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Formação Humana.  É membro dos grupos de pesquisa: "Trabalho Docente na Educação Superior" (UERJ); "Núcleo de Estudos Trabalho, Saúde e Subjetividade" (UNICAMP). Participa da pesquisa "Observatório da Educação: a expansão da educação superior", subprojeto 4 (Trabalho Docente e expansão da educação superior), cujos integrantes são membros do GT11 da Anped e do Universitas-br. Desenvolve as pesquisas: "Trabalho e subjetividade do professor: estranhamento, sofrimento e prazer"; e "O suicídio de alunos de universidades brasileiras". Coordenador do Núcleo Nordeste Paulista da Associação Brasileira de Psicologia Social (2018 - atual). Coordenador da linha de pesquisa "Estado, Política e Formação Humana" do PPGE UFSCar (2018 - atual). Membro do GT Clínica e Psicodinâmica do Trabalho da Associação Nacional de Pesquisa em Psicologia (ANPEPP).

Catharina Marinho Meirelles, Universidade Federal Fluminense - UFF

Doutora em Políticas Públicas e Formação Humana pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Participou do Estágio Científico Avançado na Universidade do Minho - Portugal, no âmbito do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior da CAPES. Membro da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. Possui graduação em Psicologia e mestrado em Administração, ambos pela Universidade Federal Fluminense. Atualmente é Professora no Departamento de Psicologia da Universidade Federal Fluminense, Campus Niterói. Anteriormente era professora do Curso de Psicologia no Polo Universitário de Volta Redonda, tendo sido responsável pela criação e implementação do curso. Atua, principalmente, nos seguintes temas: Psicologia Organizacional e do Trabalho; Políticas Públicas, Trabalho, Educação Superior, Gestão de pessoas, Saúde do Trabalhador, Relacionamento Interpessoal, Negociação Empresarial e Desenvolvimento Gerencial.

Publicado
2021-01-16
Como Citar
Reis, A. C., Pinto e Silva, E., & Marinho Meirelles, C. (2021). O “novo normal” no campo da educação: da aparência à essência. Princípios, 1(160), 225 - 245. https://doi.org/10.4322/principios.2675-6609.2020.160.010