As condições de trabalho dos entregadores e entregadoras por aplicativos no Brasil durante a pandemia

Palavras-chave: Delivery. Pandemia. Trabalho. Aplicativos. Uberização.

Resumo

Este artigo examina como a pandemia do coronavírus (Sars-CoV-2) impactou no trabalho dos(as) motoristas por aplicativos da área de entrega de alimentos (delivery) no Brasil, visando compreender como estão se configurando as relações e condições de trabalho no contexto da crise sanitária. Para tanto, realizamos pesquisa bibliográfica, documental e recorremos ainda aos levantamentos de órgãos públicos e privados e instituições de pesquisa. Verificamos que a pandemia teve efeitos sobre as condições de trabalho, principalmente nos aspectos referentes à renda, duração da jornada e a proteção da saúde ocupacional. Concluímos que as relações e as condições de trabalho dos(as) entregadores(as) de alimentos que já eram marcadas pela vulnerabilidade e desproteção, nesse momento excepcional tiveram essas dimensões acentuadas.

Palavras-chave: Delivery. Pandemia. Trabalho. Aplicativos. Uberização.

Biografia do Autor

Libia Luiza Carneiro do Nascimento, Universidade Federal do Oeste da Bahia - UFOB

Mestranda em Ciências Humanas e Sociais pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do Oeste da Bahia (PPGCHS/Ufob). Bolsista (CNPq/Capes).

Cacilda Ferreira dos Reis, Universidade Federal do Oeste da Bahia - UFOB

Doutora em Ciências Sociais (IFCH/UNICAMP). Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais (PPGCHS) da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). 

Publicado
2021-01-16
Como Citar
Carneiro do Nascimento, L. L., & Ferreira dos Reis, C. (2021). As condições de trabalho dos entregadores e entregadoras por aplicativos no Brasil durante a pandemia. Princípios, 1(160), 112 - 135. https://doi.org/10.4322/principios.2675-6609.2020.160.005