Superendividamento e crise econômica do novo coronavírus

impactos nas mulheres do litoral do Paraná

  • Adilson Anacleto Universidade Estadual do Paraná
  • Fernanda Carvalho Soares Universidade Estadual do Paraná
  • Natalia de França Femenias Universidade Estadual do Paraná
Palavras-chave: Dívidas, Consumo, Consumismo, Coronavírus, Gastos excessivos

Resumo

Visando subsidiar uma melhor compreensão do cenário atual, apresenta-se resultado de estudo que visou investigar quais os impactos nas mulheres no litoral paranaense durante o período da quarentena gerada pela pandemia. Para tal, foi realizada pesquisa exploratória descritiva entre maio e julho de 2020, junto a 221 mulheres. A pandemia provocou múltiplas e variadas alterações no contexto da vida das mulheres, tendo sido relatado pelas entrevistadas reflexos originários da pandemia nas questões psicológicas, como elevado grau de ansiedade, medo, estresse e insônia desencadeados pelas consequências do distanciamento social e sobre a incerteza quanto ao futuro. Destaca-se, também, que os problemas psicológicos podem ter gerado um maior consumo, o que pode ter contribuído para o endividamento. O estudo revelou que 38,9% das respondentes informaram que eram a principal responsável pela renda familiar, percentual similar ao das entrevistadas que se declararam estar endividadas, 39,1%. O estado civil da mulher é um fator de influência no endividamento, dado que as mulheres divorciadas apresentam a maior média de endividamento. A escolaridade apresenta moderada relação com o endividamento, tendo sido observado que à medida que a mulher avança na escolaridade, menor é o percentual de comprometimento da renda familiar em relação ao endividamento. O estudo também revelou que apenas 19,5% possuíam algum tipo de controle formal para controle das dívidas. Assim, finalmente conclui-se que a organização de um planejamento econômico simplificado com uso de ferramentas simplificadas como o controle contábil  de custos pode ser  alternativa para reduzir os níveis de endividamento entre as mulheres entrevistadas.

Biografia do Autor

Adilson Anacleto, Universidade Estadual do Paraná

Administrador, Professor, Doutor em produção vegetal pela UFPR, email: adilson.anacleto@unespar.edu.br; Professor do Programa de Mestrado em Ambientes Litorâneos e Insulares. Professor do Programa de Mestrado Interdisciplinar em Sociedade e Desenvolvimento, Universidade Estadual do Paraná

Fernanda Carvalho Soares, Universidade Estadual do Paraná

Pesquisadora de iniciação cientifica, Graduanda Colegiado de Administração, Unespar Campus Paranaguá

Natalia de França Femenias, Universidade Estadual do Paraná

Pesquisadora de iniciação cientifica, Graduanda Colegiado de Administração, Unespar Campus Paranaguá

Publicado
2021-01-16
Como Citar
Anacleto, A., Soares, F. C., & de França Femenias, N. (2021). Superendividamento e crise econômica do novo coronavírus: impactos nas mulheres do litoral do Paraná. Princípios, 1(160), 208 - 224. https://doi.org/10.4322/principios.2675-6609.2020.160.009