Efemérides marxistas

200 anos de Engels, 150 de Lênin e a atualidade de suas contribuições

  • Theófilo Codeço Machado Rodrigues Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Palavras-chave: Marxismo, Engels, Lênin

Resumo

Em 2020, duas datas protagonizam os debates entre os marxistas: os 200 anos de Friedrich Engels e os 150 do de Lênin. O objetivo do presente artigo é identificar as principais contribuições desses dois autores clássicos, com ênfase na forma como foram recepcionados no Brasil. O texto está estruturado em três seções. A primeira apresenta a trajetória do pensamento político de Engels. A segunda trata de Lênin. São discutidas formulações originais desse revolucionário russo, como o combate ao dogmatismo, a teoria do imperialismo e o conceito de via prussiana. Por fim, a terceira seção traz as principais avaliações do presente artigo, quais sejam, as contribuições de Engels e Lênin ao debate contemporâneo, com ênfase no Brasil. De Engels, observa-se a forma pela qual alguns temas como a questão de gênero, a sociologia urbana e a crítica do direito chegaram ao Brasil. Já no que diz respeito ao que há de atual em Lênin, indica-se como seu conceito de via prussiana tornou-se referencial privilegiado para a interpretação do Brasil no pensamento social brasileiro e como sua teoria do imperialismo foi a base para a formulação da teoria marxista da dependência. Conclui-se que atualizar Engels e Lênin é também uma forma de manter suas obras vivas.

Biografia do Autor

Theófilo Codeço Machado Rodrigues, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Pesquisador de Pós-Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e mestre em Ciência Política pela Universidade Federal Fluminense (UFF). E-mail: theofilomachadorodrigues@gmail.com

Publicado
2020-08-26