Coreia do Sul, China e o processo de catching-up: uma análise novo-desenvolvimentista

  • Luiz Carlos Bresser-Pereira Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
  • Elias Jabbour Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
  • Luiz Fernando de Paula Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Palavras-chave: Leste Asiático, China, Catching-Up, Macroeconomia do desenvolvimento, Novo-desenvolvimentismo

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar o processo de catching-up da Coreia do Sul e da China pós-reformas de 1978 com base em uma abordagem novo-desenvolvimentista que considere quatro fatores fundamentais: 1) uma relação de complementaridade entre Estado e mercado como um processo dinâmico que se altera ao longo do tempo; 2) a necessária complementaridade entre política macroeconômica e política industrial; 3) o papel fundamental do Estado e dos bancos de desenvolvimento no enfrentamento do problema do “financiamento do desenvolvimento”; e, com destaque, 4) a centralidade da taxa de câmbio e do manejo na administração do balanço de pagamentos no processo de desenvolvimento desses dois países. A questão fundamental do artigo é em que medida o processo de catching-up nesses países pode ser entendido como a aplicação de uma estratégia novo-desenvolvimentista, levando em conta as devidas mediações históricas de cada país.

Biografia do Autor

Luiz Carlos Bresser-Pereira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Professor da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FCE-Uerj) e de seu Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas (PPGCE-Uerj).

Elias Jabbour, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Professor da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FCE-Uerj) e de seu Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas (PPGCE-Uerj).

Luiz Fernando de Paula, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IE-UFRJ), coordenador do Grupo de Estudos de Economia e Política (GEEP) do Instituto de Estudos Sociais e Políticos (Iesp) da Uerj e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Publicado
2020-08-25