Financeirização contemporânea e precarização do trabalho

  • Tamara Naiz da Silva Universidade Federal de Goiás (UFG)
Palavras-chave: Financeirização, Reestruturação produtiva, Neoliberalismo

Resumo

O tema central do presente artigo é o conflito imanente à relação entre o processo de financeirização da economia mundial e o mercado de trabalho, buscando-se evidenciar suas origens e consequências na atualidade, identificar os antecedentes dessa relação e, além disso, demonstrar que essa é uma relação de tensão, segundo a qual a financeirização precisa necessariamente desvalorizar o trabalho para manter seus níveis de lucratividade, para tal ampliando de modo crescente a superexploração dos trabalhadores e a expropriação dos seus direitos. Discutiremos o conceito de dominância financeira, que nos permite explicar os movimentos do capitalismo contemporâneo e seus consequentes impactos no mercado de trabalho a partir dos anos 1970.

Biografia do Autor

Tamara Naiz da Silva, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Doutora em História pela Universidade Federal de Goiás (UFG). E-mail: tamara.naiz@gmail.com

Publicado
2020-08-24